segunda-feira, 15 de maio de 2017

Teologia não salva. Graças a Deus!

“Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens”. Mateus 15: 8,9.
O que é teologia senão, “doutrinas que são preceitos de homens”? Existem tantas linhas teológicas quanto nossa capacidade mental possa imaginar. Teologia Luterana, Teologia Reformada, Teologia de Langston, Teologia de Clarke, Teologia Puritana, Neopentecostal, etc.
A teologia separa, divide, classifica, criminaliza, define as características de Deus, de Jesus, da Igreja, cada qual com sua concepção particular criando feudos religiosos na cristandade. Criando preceitos e regras diversas de outras regras criadas exclusivamente para serem distintas.
Teologia não salva, pois é incapaz de ser consensual, é incapaz de gerar unidade e, principalmente, não procede da boca de Deus. É procedente de conclusões humanas, está além da Palavra e fora dela, como a tradição judaica no tempo de Jesus, assim é a teologia hoje, ”procede do coração do homem”, Mateus 15. 18, sendo incapaz de justificar, de salvar.

Assim como sabemos que todas as coisas foram criadas pela Palavra de Deus, sabemos também que somos salvos pelas “sãs Palavras de nosso Senhor Jesus Cristo”, 1 Timóteo 6. 3-5. Alguém dirá que minhas afirmações estão baseadas em alguma teologia, mas eu digo, ou melhor, não digo nada, apenas reafirmo o que disse Jesus: “O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos digo são espírito e vida”. João 6: 63.

Nenhum comentário:

Postar um comentário