quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Mudança de Paisagem

12/01/2009 (de http://tito.mendes.zip.net)

Mudança de Paisagem

Estou de férias, e este é o visual da varanda da casa onde estou instalado, na verdade, descansando de um ano trabalhoso. Mas resolvi inserir esta imagem (não me censure meu amigo Luiz - dono da casa e, claro, da varanda, ainda que não seja o dono da vista) porque ela me inspira uma sensação de paz.

Estive pensando a respeito dessa paz. Na verdade não é uma paz real, mas virtual. Temos a ideia de que virtual está relacionado à realidade cibernética, ao que seja criado em nossos pcs, ou na grande rede. Mas creio que realidade virtual é aquela que criamos no íntimo de nosso ser, em nossos pensamentos.

Esta imagem, apesar de real, denota uma paz virtual. Aquela que desejamos em nossos corações. Sem morteiros ou balas perdidas. Sem notícias da Palestina. Sem imagens de crianças mortas ou feridas.

Mas quando olhamos atentamente, e buscamos a paz da imagem, não a encontramos. O que vemos são seres autoritários, intolerantes, pra não dizer medíocres, que se acham donos do mundo. Que acham que sabem o que é melhor para os outros, mas na verdade só querem o melhor pra si, avarentos e egoístas.

Vejo também que estas coisas não estão apenas ao nosso redor. Eu também sou egoísta. Eu quero ser feliz!

Querer ser feliz é sim a maior forma de expor o nosso egoísmo. Pois quando eu quero ser feliz, quero ser o centro das atenções, quero ser servido, amado, satisfeito. Não me importa se os outros não o são. Que me importam as crianças palestinas ou as balas perdidas, desde que elas não me atinjam.

Outros têm fome, não eu. São outros que estão desabrigados, eu estou em paz, pois me abrigo na casa de um amigo. E a minha mesmo está segura esperando o fim das minhas férias.

Puro egoísmo!

A verdadeira felicidade não encontra-se no ser, mas no fazer, construir, produzir felicidade. Isto sim deveria se expressar em nosso interior:

Eu quero fazer as pessoas felizes!

Sim, dessa forma creio que as coisas realmente acontecerão. Mudança de ambiente! Assim como eu inseri esta imagem, posso inserir sorrisos. E se insiro sorrisos eu mesmo vou sorrir mais.

Se ajudo a melhorar a mesa do faminto minha alma se satisfará. Se ajudo na cura do doente, minha enfermidade será curada. Se me preocupo com a paz na palestina (fazendo o que está ao alcance de minhas mãos), ou com as balas perdidas no Rio de Janeiro, se tomo atitudes que possam mudar estas coisas as pessoas ao meu redor serão felizes, terão paz, e, elas são meu ambiente, meu redor, parte de mim mesmo.

O que posso fazer então? Por onde eu devo começar?

A resposta está ao meu redor. Minha esposa e meus filhos. Vou dar a eles o que eles querem. Aliás, farei melhor. Vou lhes dar o que eles precisam e que está ao meu alcance (o que estiver fora de alcance vou esforçar-me a conquistar). Vou fazer-lhes felizes!

Vou mudar meu ambiente. Mude também o seu.



Escrito por titomendes às 10h19

Nenhum comentário:

Postar um comentário