domingo, 18 de setembro de 2011

O Bem-Aventurado de Sabá


Querendo discorrer sobre este termo, 80 vezes citado na Palavra do Senhor, do qual tenho prazer em ensinar nos sermões dominicais, pesquiso agora e encontro esta quantidade de textos como referência. O primeiro deles refere-se a uma exclamação da Rainha de Sabá em relação ao sábio rei de Israel, Salomão (1 Reis 10: 08; 2 Crônicas 9: 07).
Aliás o significado aqui é exatamente o que seria a tradução literal mais próxima do termo original – BEM SUCEDIDO – foi exatamente o que expressou a rainha ao contemplar a beleza e sabedoria do Rei, felicitando aqueles que estavam ao redor de Salomão. Considerando o paralelismo dos livros dos Reis e de Crônicas, apenas dois textos empreendem o significado do sucesso pela aparência da sucesso (ver também Jó 29: 11).
Hoje algumas versões da Bíblia traduzem esta expressão com o significado de felicidade, justo um sentimento altamente buscado nos dias em que vivemos. A Felicidade é o fim de tudo o que o ser humano faz, todo empreendimento, toda luta, todo esforço tem por fim o alcançar a felicidade. Na verdade há um grande equívoco da parte daquele que tem isto como fim. O que é Felicidade? É um estado de espírito. Uma imersão dentro da autossatisfação, do auto contentamento, do preenchimento de seus vazios.
O princípio dos ensinamentos Bíblicos não têm por fim o egoísmo. Não vou me aprofundar nisto agora.
Há também grande equívoco nestas traduções. O termo tem origem no avanço de um exército durante a batalha. Significa avanço, progressão. Conquista palmo a palmo, passo a passo, estabelecida, que não se pode mais perder, significa não parar, muito menos recuar. Sim, a melhor tradução para este termo seria “Bem Sucedido”, não naquele primeiro significado, da robustez, da riqueza, ou da aparência. Mas do avanço difícil, muitas vezes sacrificial, regado a batalhas, perdas, lágrimas...
Salomão foi Bem-Aventurado, mas seu fim todos conhecemos, entristeceu o Senhor e dividiu uma nação. Jó conheceu os dois lados da Bem-aventurança, “Eis que bem-aventurado é o homem a quem Deus corrige; não desprezes, pois, a correção do Todo-Poderoso”(Jó 5: 17; Salmo 94: 12), “Pois, ouvindo-me algum ouvido, me tinha por bem-aventurado; e vendo-me algum olho, dava testemunho de mim”(Jó 29: 11).
Aliás isto é ser Bem-Aventurado, andar sob a orientação da Palavra do Senhor.
Salmo 1: 1-2 – “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores; antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite”.

Pastor Tito

Nenhum comentário:

Postar um comentário